4 dicas para abrir uma Sociedade de Advocacia

Você está pensando em abrir uma Sociedade de Advocacia? Então talvez essa seja a melhor hora para fazer isso! Aproveite o momento de crescimento econômico e trace novas perspectivas profissionais.

Ao regularizar a sua atividade você não somente conseguirá ter mais organização no desempenho de suas funções, como também conseguirá conquistar ainda mais clientes!

Então, veja quais são as vantagens de formalizar o seu trabalho como Advogado e prepare-se para aumentar a sua rentabilidade em curto prazo. Chegou a hora de tirar a sua ideia do papel e abrir a sua Sociedade de Advocacia.

Por que abrir uma Sociedade de Advocacia pode ajudar você a reduzir sua carga tributária e a obter mais clientes?

Se você é um Advogado e decidiu abrir o seu próprio escritório, já deve ter percebido que dedicar-se a esse trabalho pode ser um tanto complexo. É importantíssimo que você analise a possibilidade de regularizar o seu escritório de advocacia.

Em algum momento de sua carreira você terá que dar esse passo, e quanto antes você o fizer, maiores são as chances de aumentar os seus lucros. E você nem precisa ter um sócio para isso!

 

Veja nossas 4 dicas para a abertura da sua Sociedade de Advogados.

 

  1. Saiba quais são os custos:

A primeira coisa que você precisa saber é quanto você vai investir nessa regularização. Conhecer todos os custos do processo (OAB, prefeitura e demais órgãos) te ajuda a se planejar melhor e entender quanto você precisa ter em conta para investir.

Ter um bom planejamento financeiro te ajuda a estabelecer as metas financeiras de curto e longo prazo que serão estratégicas para alcançar os objetivos do seu negócio, além de servir como base para a tomada de decisões que levem ao crescimento do seu negócio.

 

  1. Documentação de registro:

Para abrir uma Sociedade de Advocacia você precisará emitir alguns documentos e realizar alguns registros. Veja abaixo uma listagem com  os mais importantes:

  • Registrar o contrato social / ato constitutivo na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil);
  • Registrar o CNPJ na Receita Federal do Brasil;
  • Registrar o alvará de funcionamento na prefeitura;
  • Emitir Certificado Digital de PJ para iniciar emissão de Nota Fiscal Eletrônica (sob consulta)

Com tudo isso devidamente ajustado e as permissões emitidas, o seu escritório então poderá funcionar de maneira legal e segura, garantindo a você maior tranquilidade na atividade.

 

  1. Evite multas e problemas!

Ao regularizar o seu escritório de advocacia você diminui o risco de receber multas ou até mesmo ter o seu trabalho impedido por conta de irregularidades com a Receita Federal.

Profissionais que atuam na irregularidade e sonegam podem sofrer as consequências, sendo submetidos à valores altíssimos de multas, ou até mesmo serem impedidos de exercer a sua profissão.

 

  1. Faça adesão ao Simples Nacional

Ao abrir sua Sociedade de Advocacia você terá a possibilidade de aderir ao Simples Nacional, um regime que unifica vários tributos e que torna todo o controle contábil mais fácil, otimizando algumas obrigações.

Além disso, com o Simples Nacional você reduz drasticamente a sua carga tributária ao compararmos com os Advogados que ainda atuam como pessoa física (profissional liberal).

 

Conclusões:

Abrir uma Sociedade de Advocacia com certeza é o passo mais importante para o crescimento de seus negócios!

Regularize hoje mesmo o seu escritório abrindo uma Sociedade de Advocacia! Para isso, conte com o suporte de um serviço de contabilidade especializada para Advogados!

Uma equipe toda focada em lidar com as questões burocráticas de um escritório de advocacia e com particularidades da atividade jurídica pode te ajudar a eliminar uma série de problemas que outras contabilidades tradicionais cometem

Quer saber mais? Precisa esclarecer outras dúvidas?

Clique aqui e conheça os serviços da PEJOTA Contabilidade Especializada para Advogados!

Postado em Contabilidade Especializada, Dicas Legais