4 VANTAGENS DA SOCIEDADE UNIPESSOAL DE ADVOCACIA

4 VANTAGENS DA SOCIEDADE UNIPESSOAL DE ADVOCACIA

A legislação voltada ao exercício da advocacia passou por algumas mudanças pontuais em relação à prática da atividade. Apesar de pontuais, foram atualizações que podem fazer uma grande diferença para os advogados, principalmente aqueles que atuam ou pretendem atuar como autônomos. 

Antigamente, só era possível abrir um CNPJ nesta área jurídica se houvesse a criação de uma sociedade entre dois ou mais advogados. Mas, o Estatuto da Advocacia – Lei nº 8.906 de 4 de julho/1994 – foi alterado com a inclusão da Sociedade Unipessoal (ou Individual). 

E, neste conteúdo, você vai compreender melhor do que se trata esse tipo de sociedade e 4 benefícios que podem ser agregados ao seu trabalho como advogado, contribuindo para a sua economia tributária, aumento da lucratividade e organização do seu próprio escritório. 

Afinal, o que é uma Sociedade Unipessoal na advocacia?

Como o próprio nome deixa a entender, é a sociedade de uma pessoa só. Com a sanção da Lei 13.247/16, os advogados estão permitidos a constituir este tipo de sociedade, contribuindo para a manutenção da profissão de forma mais vantajosa para o profissional. 

Uma das grandes vantagens da Sociedade Unipessoal é a possibilidade de optar pelo enquadramento no sistema tributário do Simples Nacional. Nesta modalidade, você pode conseguir grandes benefícios em relação a atuação como profissional autônomo. 

As diferenças entre Sociedade Unipessoal e Sociedade Simples

Para você compreender melhor do que se trata a Sociedade Unipessoal, é importante identificar as características dos modelos de negócio e comparar as principais diferenças. 

SOCIEDADE SIMPLES

– Necessário pelo menos dois advogados para abrir o CNPJ

– Lucratividade relacionada à participação societária de cada sócio conforme definido no contrato

– Os sócios definem, através do registro em contrato social, se podem exercer a advocacia de forma individual sem que os honorários sejam convertidos a sociedade (Auferindo honorários advocatícios como receita pessoal, sem reversão à sociedade).

– Razão social em nome de pelo menos um dos sócios

SOCIEDADE UNIPESSOAL 

– Um advogado pode abrir o próprio CNPJ sozinho

– Concentração dos lucros no único sócio

– Ideal para advogados autônomos que prestam serviços para escritórios ou outros advogados

Um ponto importante a ser reforçado é que o profissional (ou profissionais, no caso da Sociedade Simples) deve estar registrado na OAB para exercer a sua atuação jurídica, independente do modelo de administração escolhido. 

4 benefícios da Sociedade Unipessoal para advogados

Em quais pontos a Sociedade Unipessoal pode contribuir para a sua atividade profissional na advocacia?

As principais vantagens estão relacionadas à sua lucratividade, burocracia na administração e formalização do seu negócio e as oportunidades de mercado que podem surgir ao constituir um CNPJ próprio. 

1 – Tributação econômica 

Quando você opta por uma Sociedade Unipessoal pelo Simples Nacional, a economia nos tributos é inevitável quando você tem a orientação de uma contabilidade especializada na área jurídica.

Tendo o seu CNPJ nesta modalidade, a taxa de tributação é variável – ou seja, de acordo com a média do faturamento dos últimos 12 meses ou projeção dos próximos 12 meses. O Simples Nacional unifica vários tributos em uma única guia, podendo proporcionar uma economia tributária de até 75% em relação ao Imposto de Renda para Pessoa Física (autônomo). 

Para termos comparativos, o Simples possui alíquotas a partir de 4,5%, enquanto apenas o IRPF pode chegar até 27,5%. 

Para saber como é feito o cálculo, você pode verificar a tabela de alíquotas do Simples Nacional, mas é claro que você não precisa decorar estes cálculos. 

Como a média do faturamento dos últimos 12 meses pode sofrer variação e, devido a complexidade do cálculo, criamos um simulador de impostos que fica totalmente disponível para nossos clientes. 

Desta forma, você consegue se planejar em relação a valores dos tributos, fazer um planejamento tributário estratégico e evitar surpresas na hora de pagar os impostos.

2 – Novas oportunidades de mercado e profissionalização do advogado autônomo

Com o estabelecimento de um CNPJ próprio, você tem condições de conduzir um trabalho mais profissional e formalizado na área jurídica. É um valor percebido por clientes e pelo mercado, colocando você no radar para novas possibilidades. 

Entre elas, está a oportunidade de participar das licitações públicas. Afinal, você possui uma atuação jurídica profissionalizada, assim como os pequenos e grandes escritórios de advocacia. Ampliar as suas possibilidades de atuação faz com que surjam novas formas de aumentar a sua lucratividade.

3 – Acesso a linhas de crédito com condições diferenciadas para CNPJ

É claramente perceptível no mercado as diferenças entre empréstimos disponíveis para Pessoas Físicas e Pessoas Jurídicas. As principais são em relação à taxa de juros e formas de pagamento. 

As taxas de juros para Pessoa Física são maiores, dificultando o acesso ao dinheiro e podendo gerar uma dívida que afete os seus lucros e o crescimento do escritório. 

Em posse do seu CNPJ constituído como uma Sociedade Unipessoal, principalmente quando opta-se pelo Simples Nacional, você tem acesso a diversas linhas de crédito destinadas às micro e pequenas empresas. 

4 – Facilidade na burocracia e prestação de contas

Por meio da Sociedade Unipessoal no regime do Simples Nacional, você pagará 5 impostos em uma única Guia. PIS, COFINS, ISS, CSLL e IRPJ. Após a emissão de notas fiscais, o imposto será apurado pela sua Pejota. 

Para tornar a sua experiência mais prática, optar por uma contabilidade especializada em advocacia faz com que você ganhe tempo para aumentar os seus lucros e investir na sua carreira profissional. 

Você pode simular o seu investimento em um serviço contábil e tributário exclusivo para advogados. Isso faz com que os benefícios da Sociedade Unipessoal de Advocacia sejam melhor aproveitados por você. 

Como faço para abrir uma Sociedade Unipessoal?

A abertura da sua empresa envolve processos burocráticos e custos que podem se tornar uma grande dor de cabeça se não for acompanhada por profissionais competentes para tal. 

Por isso, ter um serviço contábil focado nos trâmites legais é essencial para que tudo ocorra bem. E, mesmo após a abertura da sua Sociedade Unipessoal, contar com o serviço de uma contabilidade faz uma grande diferença no seu negócio. 

Já está preparado para se tornar sócio de você mesmo? Então descubra como iniciar o seu processo de abertura da Sociedade Unipessoal e dê um novo rumo para sua carreira. 

E é importante pontuar: com a profissionalização da sua atuação jurídica, a captação de clientes é uma estratégia indispensável. Então, baixe o ebook “Como advogados podem captar mais clientes” e descubra os melhores caminhos para ampliar o seu sucesso profissional. 

Gostou deste conteúdo?
Compartilhe nas suas redes sociais ou deixe um comentário aqui para nós.

Posted in Advocacia, Contabilidade Especializada